Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

05 janeiro, 2007

Mais Vale Só...

Soares, Luísa Ducla (2001). Todos no Sofá.

Ilustração de Leitão, Pedro. Lisboa: Livros Horizonte ISBN 978-24-1170-5

Todos no Sofá, com ilustrações de Pedro Leitão, é uma obra de uma das mais relevantes escritoras portuguesas na área da Literatura Infantil, Maria Luísa Bliebernicht Ducla Soares de Sottomayor Cardia. Esta autora nasceu em Lisboa, a 20 de Julho de 1939, e licenciou-se nessa cidade em Filologia Germânica. Publicou o seu primeiro livro de poesia em 1970 com o título Contrato. Esta autora tem-se dedicado, como estudiosa e autora, à literatura infanto-juvenil, tendo já publicado cerca de quarenta e cinco obras infanto-juvenis. Recebeu o "Prémio Calouste Gulbenkian para o melhor livro de literatura infantil no biénio 1984-1985" e o "Grande Prémio Calouste Gulbenkian" pelo conjunto da sua obra em 1996. Colaborou na página infantil do Diário Popular e na revista Rua Sésamo. As suas obras encontram-se traduzidas em diversos línguas, nomeadamente francês, catalão, basco e galego.

O livro Todos no Sofá é um álbum que conta a história de João Preguição e os seus nove amigos: um rato, um coelho, um gato, um pato, um porco, um burro, uma vaca, uma girafa e um elefante. Os dez amigos estão todos num sofá, mas, como é de prever, estão muito apertados. Ao folhearmos as páginas do livro, vão surgindo pequenas quadras sobre cada animal que, no texto icónico, salta do sofá. Depois do último animal sair do sofá, apenas o João lá fica, mas, ao contrário dos seus amigos, ele deita-se a dormir.

O livro termina com a seguinte quadra “Que bom é estar no sofá! Mas se nove amigos, entre eles um elefante, resolverem sentar-se ao nosso lado, o que acontecerá?” A pergunta cria um espaço em branco, ajudando a perceber que é bom ter amigos, mas, por vezes, é preciso estar sozinho.

O universo ficcional em que os animais são inseridos, quer pela autora quer pelo ilustrador, ajuda as crianças a perceber as diferenças entre os animais e a celebre frase “os animais são nossos amigos” é facilmente recuperada pelos leitores.


Sem comentários: