Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

04 janeiro, 2007

Recensão sobre o conto tradicional A Galinha Medrosa,
de António Mota

A Galinha Medrosa, recontada por António Mota e ilustrada por Martinho Dias, é um conto tradicional infantil que conta a história de uma galinha tão medrosa, mas tão medrosa, que até da própria sombra tinha medo! Um dia, quando saiu do galinheiro para apanhar uma minhoca, um bocadinho de cal caiu-lhe na cabeça e foi a partir daí que toda a história se desenrolou.
Todas as peripécias e desventuras deste conto tradicional empregam à sua leitura um dinamismo cómico e ridicularizado pela situação que uma simples galinha cria em torno da suposta pacatez de todos os outros animais.
De leitura rápida e acessível, A Galinha Medrosa é uma obra divertida e de fácil compreensão que nos leva a uma viagem literária repleta de movimento e confusão.
As ilustrações são um forte apoio para a consecução do já referido dinamismo que se sente ao ler o texto. As fortes tonalidades e a noção de movimento conferem às imagens uma maior energia e transparecem o tal “cómico da situação”, facilitando, ainda, uma maior integração no âmago da acção.
Ler A Galinha Medrosa é experimentar sensações: de surpresa perante as fontes gráficas atractivas, de alegria face ao ridículo da situação, de curiosidade pelo desenrolar da história e até de interesse pelo fundamento da sua acção.
Num mundo de fantasia e de ficcionalidade em que o caricato e a confusão se destacam, a acção deste conto tradicional não se perde no tempo, no espaço, nem na tradição. Mais do que uma história recontada, A Galinha Medrosa é uma narrativa que apela à boa disposição e a momentos literários de descontracção daqueles que se deixam deliciar pela sua essência.
O fim, esse não o revelo. Resta saber se a Galinha descobre a causa de tanto medo!...

Alexandra Sofia Costa & Maria João Teles


MOTA, António (2000). A Galinha Medrosa. Vila Nova de Gaia: Gailivro.

Sem comentários: