Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

29 junho, 2006

Call for Papers

LIBEC Line
Revista em Literacia & Bem-Estar da Criança

Prazo limite de submissão dos artigos – 30 de Setembro de 2006

Os artigos podem ser submetidos em português ou em inglês

Está aberta a 1º chamada para artigos para a LIBEC Line - Revista em Literacia & Bem-Estar da Criança. Esta revista on-line, de natureza científica, destina-se a dar a conhecer a investigação do campo interdisciplinar dos estudos da infância. A revista publicará dois números por ano. Cada número será constituído por 8 artigos, sendo pelo menos 3 de natureza temática.

Esta revista tem como destinatários especialmente professores(as), educadores(as), psicólogos(as), sociólogos(as), bibliotecários(as), profissionais da saúde e estudantes de pós-graduação, que intervêm junto da infância.

Para todos os artigos submetidos em português ou em inglês, é obrigatório o envio, na 2ª página, do título, resumo e palavras-chave numa segunda língua.

1ª página – título, resumo e palavras-chave
- endereço
2ª página – Title, abstract and key-words


Normas para a apresentação dos originais
1) Os originais propostos para publicação na revista devem ter uma extensão entre 3500 e 6500 palavras, que se apresentarão numeradas, em formato A-4, escritas a espaço 1/2, em Times New Roman, tamanho 12. Os originais devem ser acompanhados de um resumo com um máximo de 250 palavras, em português e em inglês, com indicação de palavras-chave. Os trabalhos propostos devem ser originais; não devem ter sido publicados em nenhuma outra revista ou livro, na mesma língua, nem estar em processo de revisão para outra revista. A bibliografia deve surgir no final, sob a designação de referências bibliográficas; os livros ou artigos incluídos nela serão ordenados alfabeticamente por apelido do autor ou dos autores, seguindo as normas da APA (http://www.apastyle.org/):

Livros:
Potter, J. (1996). Representing reality. Discourse, rhetoric and social construction. London: Sage.
Capítulos de livros:
Valriu, C. (2000). Els personatges fantàstics: les bruxes, els mags, les fades. In Gemma Lluch (ed.), De la narrativa oral a la literatura per a infants. Invenció d’una tradició literária (pp.95-131). Alzira: Bromera.


2) Os trabalhos apresentar-se-ão da seguinte forma:
a. Título (corpo 14, centrado, negrito)
b. Autor(es) (corpo 14, sem negrito)
c. Resumo em inglês
d. Keywords
e. Resumo em português
f. Palavras-chave
g. Trabalho
h. Referências bibliográficas
i. Direcção completa de um dos autores
3) Os trabalhos que façam parte ou sejam fruto de projectos de investigação deverão fazer referência à metodologia empregada.
4) Os autores remeterão os seus trabalhos ao ou aos coordenadores da edição, por correio electrónico para o endereço electrónico do LIBEC libec@iec.uminho.pt
5) Os trabalhos serão examinados, numa primeira instância, pelo ou pelos coordenadores da edição, que verificarão os seus aspectos formais; posteriormente serão avaliados, com carácter anónimo, por dois especialistas.
6) A revista terá uma periodicidade semestral, com publicações em Fevereiro e Junho de cada ano.
7) A Direcção definirá em que número se editarão os trabalhos aceites.
8) Cada 5º número da revista será integralmente editado em língua inglesa.
9) Os diversos números da revista terão um dossier temático, sendo igualmente aceites para publicação recensões críticas.
10) A publicação de trabalhos nesta revista não dá direito a alguma remuneração. Os direitos editoriais são propriedade da revista e é necessária a sua autorização escrita para qualquer reprodução.
11) A revista poderá ser consultada em ambiente aberto, via webpage. O autor compromete-se a corrigir as primeiras provas de imprensa num prazo não superior a 15 dias a partir da sua recepção, não podendo incluir nas mesmas nem texto, nem materiais novos ou modificações importantes.
12) A responsabilidade do conteúdo dos artigos é dos seus autores, que deverão obter autorizações correspondentes para a reprodução de qualquer ilustração, quadro, tabela ou figura, retirados de outros autores e/ou fontes.
LIBEC Line
Journal on Literacy & Children’s Welfare


Deadline for submissions – September, 30, 2006

Papers can be submitted either in English or in Portuguese. The author(s) must include an abstract in English. Title and abstract of accepted papers will be locally translated to Portuguese or can be included in the original paper by the author.

Journal’s basic description
This journal is an electronic publication of a scientific nature in the area of research of childhood studies. It will be published twice every year. Each issue will contain 8 papers, three of which of a thematic nature.
The electronic Journal LIBEC Line – Journal will have as potential readers, those working closely with childhood issues, such as teachers, educators, psychologists, sociologists, health professionals and research students.

Rules for the presentation of papers:
1) The papers proposed must have a size between 3500 and 6500 words, with all the pages numbered, in A4 size, with 1.5 spaces between lines, Times New Roman font, size 12. An abstract of no more than 250 words should be included, as well as the keywords. The papers proposed have to be original and never published on another journal or book in English, nor being analysed by another journal. References should be at the end, ordered alphabetically according to the norms of APA (American Psychological Association):

Books:
Potter, J. (1996). Representing reality – Discourse, rhetoric and social construction. London: SAGE.

Book chapters:
Valriu, Caterina (2000). Els personatges fantàstics: les bruxes, els mags, les fades. In Gemma Lluch (ed.), De la narrativa oral a la literatura per a infants. Invenció d’una tradició literária (pp.95-131). Alzira: Bromera.

2) Specific format:
a. Title (Body 14, centred, bold)
b. Author(s) (Body 14)
c. Abstract in English
d. Keywords
e. Text
f. Bibliographic references
g. Complete address of one of the authors


3) The papers that are the result of a research should have the methodology clarified.
4) Authors should send their works to the editorial board, through e-mail, to the address libec@iec.uminho.pt
5) Papers submitted will be examined at first, by the editorial board, to check formal aspects; later two referees will evaluate them, anonymously.
6) The journal will have two numbers per year, in February and June.
7) The Editorial board will decide in which number the accepted papers will be published.
8) Every fifth number will be completely English-based.
9) All numbers will have a thematic dossier; Book reviews will also be considered.
10) Published papers will give no right to any payment; the publishing rights will be property of the journal and reproduction will need written agreement.
11) The journal can be consulted on its webpage; authors will have 15 days to correct their paper before being published on-line and cannot introduce nor new text nor new materials that are not required.
12) Responsibility for the paper’s content rests with the authors, who will have to obtain authorization for the inclusion of any illustration, table or figure, taken from other authors or sources.

Editor
libec@iec.uminho.pt
LIBEC, Universidade do Minho,
Av. Central nº 100, 4710-229 Braga, Portugal

16 junho, 2006

Ler de forma lúdica

Altina Ramos, do Instituto de Estudos da Criança da Universidade do Minho, orienta, amanhã, dia 17 de Junho, a partir das 10h30, uma sessão subordinada ao tema "A leitura e as novas tecnologias da informação: antagonismo ou complementaridade". Esta sessão, dirigida a encarregados de educação, terá lugar na Biblioteca Municipal Almeida Garrett (Porto), e decorre no âmbito do projecto Para que os meus filhos gostem de ler.

Maratona de contos em Espanha

Esta 6ª feira começa a maratona de contos de Guadalajara, uma iniciativa com a duração de 46 horas, integralmente dedicadas aos contos e a outras actividades relacionadas com os livros e a animação à leitura.
O programa completo pode ser encontrado aqui:
">http://www.maratondeloscuentos.org>
Informação recebida via ANILIJ

15 junho, 2006

Simpósio Internacional de Literatura Infantil na Guatemála

Realiza-se entre 3 e 4 de Agosto de 2006, durante a celebração da FILGUA-FILCEN 2006 (Feira Internacional do Livro na Guatemála, no Parque de la Industria, Ciudad de Guatemala), o Simpósio Internacional de Literatura Infantil. O evento é organizado pela Associação “Amigos de los Libros” e pelo IBBY Internacional. A assistencia ao Simpósio é gratuita mas implica inscrição prévia, que deve ser feita o mais breve possível. Contactos: Gremial de Editores de Guatemala, telf. (502) 2334-4848 e (502) 2334-7942.
Informação recebida através da ANILIJ

14 junho, 2006

Literatura em Bogotá

Vão decorrer em Bogotá, entre 14 e 18 de Agosto de 2006, as VII Jornadas Andinas de Literatura Latino-Americana (JALLA 2006), subordinadas ao tema Memorias culturales: circulación del conocimiento en la educación y la sociedad .

III Congresso Internacional de leitura e literatura infantil e juvenil

Vai decorrer, entre 28 de Agosto e 1 de Setembro, o III Congresso Internacional de Leitura e Literatura Infantil e Juvenil do Oeste Paulista, subordinado à temática A criança e o livro: das teorias às práticas educativas, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNESP (Campus de Presidente Prudente, Brasil).
O prazo para recepção de propostas de comunicação e de posters termina a 30 de junho de 2006.
Informações: cellij@fct.unesp.br

12 junho, 2006

As literaturas infantís e xuvenís ibéricas. A súa influencia na formación lectora. Multiculturalismo e identidades permeábeis

Formación Continua: III Curso de Perfeccionamento

Organiza: Universidade de Santiago de Compostela y Biblioteca Nova 33 (Fundación Caixa Galicia)
Directores: Blanca-Ana Roig Rechou (USC) y Pedro Lucas Domínguez (Biblioteca Nova 33)
Secretaría e Coordinación: Isabel Soto (USC)


Datas de realización:

Parte virtual: Do 3 ao 31 de xullo de 2006-05-29
Parte presencial: Do 4 ao 7 de setembro de 2006

Carga Lectiva: 60 horas (en trámite 2 créditos de libre configuración)
Lugar:

Parte virtual: Inauguración: 3 de xullo de 2006 as 19.00 h. Sala Sarmiento. Facultade de Cc. da Educación (Campus Sur)
Parte Presencial: Sede da Fundación Caixa galicia. Rúa do Villar,19, Santiago de Compostela

Obxectivos: O presente curso ten como finalidade formar e informar ao alumnado participante duna temática, as Literaturas Infantís e Xuvenís dos ámbitos lingüísticos ibéricos, xeralmente excluída dos plans de estudo das licenciaturas e diplomaturas e, con todo, dunha transcendencia fundamental en ámbitos básicos como a educación literaria, a formación lectora e a expresión escrita no mundo das tecnoloxías da información e comunicación (TIC´s). Tenta analizar estas literaturas dende un enfoque comparativo para dar a coñecer que axentes literarios se presentan máis débiles en cada ámbito lingüístico. Nesta edición, o tema específico a tratar é Multiculturalismo e identidades permeábeis.


Metodoloxía: Virtural para transmitir os coñecementos de ámbito xeral e practicalos. Presencial para establecer a conexión cos axentes que participan nos procesos literarios
Requisitos de acceso: Profesionais do ensino, alumnado das facultades de Cc. da Educación, Maxisterio, Humanidades, Filoloxías, Xeografía e Historia e profesionais de bibliotecas


Matrícula:
Formalización: Do 13 ao 26 de xuño de 2006

Prezos:
150€ os profesionais
100€ os socios de Gálix e das outras seccions da OEPLI, APLLIJ, ANILIJ e estudiantes

Mas información: Biblioteca Nova 33 Telf. 981 584436 bibnova33@telefonica.net
Universidad de Santiago www.usc.es/cptf

Reading AdVentures

Reading AdVentures
An International Conference devoted to Literacy, Reading Promotion and the Culture of the Book


Call for Papers
The Conference Committee hereby invites the submission of proposals for lectures, project highlights, research and survey reports, and panel participation.

The Conference will take place on 19-21 February, 2007


The conference welcomes proposals dealing broadly, but not exclusively, with the following themes:
§ Reading and Childhood
§ Books, Reading and the Media
§ Reading Habits and Literacy
§ The Reading Market
§ Reading and Cultural Tensions

Possible formats: Formal lectures of 30 minutes; reports on research or presentations of project highlights – 25 minutes; panel sessions of 60 minutes.

Submission Guidelines:
Please submit an abstract of 250-300 words (not including bibliographic references), on a single page. The abstract should be in Times New Roman, 12 points, with 1.5 line spacing. The title should be centered, in Times New Roman, 14 points bold, and should include the name of the presentation, the name(s) of the presenters with e-mail address(es), institutional affiliation, address, telephone and fax numbers. A short biographical sketch should be appended. Please indicate if technological aids are required. All of the proposals will be reviewed anonymously by a panel, which will include the conference chair, representatives of the sponsoring organizations, and members of the steering committee. Inclusion in the program will be based on quality of the research, idea, program or project, its relevance and its significance. The abstract


Deadlines:
Proposals are to be submitted by October 1, 2006.
Speakers whose proposals have been accepted will be notified no later than December 15, 2006. A draft conference program will be published on that date.

Conference Website:
Details of proposals accepted for the Conference and conference registration details will be published on the conference website: http://www.reading-adventures.co.il

Address for submission of proposals and for questions/requests:
Miriam Posner, Coordinator, “Reading AdVentures”
E-mail: miriamp@cet.ac.il
CET – Centre for Educational Technology
16 Klausner Street
61394 Ramat-Aviv, ISRAEL
Fax: 03-6422619 (from overseas: +972-3-6422619)

Conference Themes in Detail:

§ Reading and Childhood
We all know how important reading in childhood is for shaping adult readers. How did the culture of books develop, and when did books become part of the world of childhood? What is the role of mediators between the child and the book? What do we know of the power and influence of stories in infancy? How can we expand the circle of parents and educators who read books to children?

§ Books, Reading and the MediaBooks tell stories.
So do the cinema and other forms of media, some of them more accessible and more widely distributed than books. How do the various types of media influence reading patterns? How can we use the media to attract children and adolescents to reading? What interactions are there between the different forms of media: cinema, television, illustration and written text? What does the future look like for books in the digital age?

§ Reading Habits and Literacy
The intensiveness with which children and adolescents read books is, to a large extent, a function of directed government policy and public and private initiatives. For example, the level of funding for public and school libraries, or the place of reading for pleasure in the curriculum. What is the status of reading in various countries, and what are education systems and organizations doing to promote positive reading experiences? What is known about the relationship between reading for pleasure and emotional and moral development, and educational achievements? Can children’s literature serve as a lever to assist in the acquisition of a second language? What reciprocal relationship exists between encouraging reading and encouraging writing? How can we promote the love for books and reading among children and adolescents with special needs?

§ The Reading Market
What involvement can the commercial sector have in encouraging young readers? To what extent have books changed from a creation to a commodity, and what are the implications of commercialization of the book market? What is the place of translations and adaptations of children’s and adolescents’ literature? What is the status of the book in the digital age?

§ Reading and Cultural Tensions
What was the role of reading in various cultures in the past, and what changes have taken place in those cultures? What is the function carried out by children’s and adolescents’ literature in creating a national or ethnic culture? What is the role that children’s and adolescents’ literature can play in preserving the culture of migrant groups? How do books reflect relationships between different language cultures in a single country, and relationships between different cultures? What is the status of translations and adaptations of books for children and adolescents?

Sponsor Organizations:
CET – Center for Educational Technology; Jerusalem International Book Fair; Ministry of Education –Educational Administration – Educational Institutions Branch Libraries Division & School Libraries Department; Children’s Education and Culture Group, Tel Aviv University; Ministry of Foreign Affairs – Literature Department; The Yemima Center, Beit Berl College; Israel Reading Association; Stiftung Lesen (Germany); Stichting Lezen (Flanders, Belgium)

Organizing Committee:
Prof. Zohar Shavit (Chair), Unit for Culture Research, Tel Aviv University;
Prof. Bluma Peretz, Hebrew University of Jerusalem; Dr. Yael Dar, Tel Aviv University; Mr. Dan Oryan, Ministry of Foreign Affairs; Mr. Victor Ben-Naim,
Ms. Tzippi Karelitz and Mr. Shlomo Alon, Ministry of Education; Ms. Neta Goren and Mr. Yoel Makov, Jerusalem International Book Fair; Mr. Heinrich Kreibisch, Stiftung Lesen; Ms. Majo de Saedeleer, Stichting Lezen; Ms. Miriam Posner, CET

Mercado e homogeneização cultural: que lugar para a literatura infantil?

Num ensaio, onde aborda a questão da homogeneização cultural das crianças norte-americanas, Jack Zipes (2002) alerta-nos para o risco a que, fruto de agressivos processos de marketing, as mesmas estão sujeitas. Dependendo de importantes interesses corporativistas, os produtos culturais que são, pelo mercado, oferecidos às crianças tendem a apresentar-se como predominantemente banais e estereotipados, não oferecendo reais possibilidades de emancipação e/ou de transformação do real empírico e histórico-factual. Mais do que fomentar o desenvolvimento de leitores atentos e argutos, com capacidade para ler o mundo de forma pessoal e crítica, determinados produtos oferecidos pela indústria cultural tendem a fomentar o desenvolvimento de leitores com comportamentos interpretativos de nível ingénuo, já que, no entender do autor supra referido, se trata de tornar as crianças activas consumidoras de produtos de moda indiscriminados: “the general accumulative effect of this pop culture is to make consumers out of children, not responsible citizens concerned about the quality of their social life.” (Zipes, 2002:10). E estes novos “valores” são intencional e sistematicamente partilhados com as crianças não só através da literatura que lhes é oferecida pelos media, mas também por uma poderosa máquina de entretenimento cultural, onde o cinema e o desporto são já lugares também fortemente marcados por esta ideologia mercantilista.
Como colmatar uma tal situação?


A solução passa por, no espaço da escola, desafiar essa lógica do mercado, oferecendo às crianças e aos jovens alternativas cultural e linguisticamente enriquecedoras relativamente aos textos que elas já conhecem, por forma a desenvolver nelas o espírito crítico necessário à interacção com esses produtos do mercado:

“Here the emphasis cannot be placed on functional literacy, tests, and canonical learning. Rather, we must seek to cultivate pedagogical, social, and cultural practices that enable children to think for themselves and to develop sensitivities that make them aware of their fellow creatures as human and not as competitors and consumers.” (Zipes, 2002:21-22).

Zipes, J. (2002) The cultural homogeneization of American children, Sticks and Stones. The troublesome sucess of children's literature from Slovenly Peter to Harry Potter, New York & London: Routledge, pp.1-23.

09 junho, 2006

Feira do Livro: últimos dias

Termina, domingo, dia 11, a Feira do Livro do Porto e 3ª feira, dia 13, a Feira do Livro de Lisboa.

Seminário Internacional Leitura e Património



Realiza-se em Cuenca (Espanha), entre 25 e 27 de Outubro de 2006, o V Seminário Internacional Leitura e Património, subordinado à temática Literatura Infantil: novas leituras e novos leitores, numa organização do CEPLI - Centro de Estudios de Promoción de la Lectura y Literatura Infantil.

08 junho, 2006

Língua Portuguesa nos primeiros anos de escolaridade: investigação e boas práticas

Vai decorrer em Lisboa, no dia 7 de Julho, na Escola Superior de Educação, o 3º Encontro sobre Língua Portuguesa. Este evento, co-organizado pela Área de Língua Portuguesa da ESE, em colaboração com a APP, tem como objectivos:
1. Reflectir sobre o ensino e a aprendizagem da Língua Portuguesa nos Primeiros Anos de Escolaridade;
2. Divulgar investigação-acção realizada em contexto de sala de aula;
3. Aproximar o trabalho de investigação das práticas.


O programa procura proporcionar momentos diversificados:
· Conferência sobre Dificuldades de Linguagem e Escolarização;
· Posters para divulgação de investigação;
· Contador de histórias
· Oficinas sobre Língua Portuguesa, divulgando boas práticas (leitura, emergência da escrita e da leitura, escrita criativa, língua portuguesa e matemática…)


A deadline para apresentação de posters termina a 23 de Junho de 2006!
Os interessados deverão enviar um resumo (200 palavras, 3 palavras-chave) em papel e disquete ou por correio electrónico dirigido a Prof.ª Doutora Otília Sousa: otilias@eselx.ipl.pt

07 junho, 2006

Plano Nacional da Leitura


É indiscutível que é preciso fazer algo, e urgentemente, pela promoção e desenvolvimento da leitura. O governo apresentou o Plano Nacional da Leitura: esperemos vivamente que o atraso sociocultural da população portuguesa possa ser anulado e que todas as nossas crianças tenham a oportunidade de interagir com literatura de qualidade, ao longo de toda a vida.