Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

22 dezembro, 2006

Uma pitada de Realidade e Imaginário


Título: A menina que sorria a dormir
Autoria:Isabel Zambujal
Ilustrações: Helena Nogueira
Cruz Quebrada: Oficina do Livro, 2005 (1.ª edição)
Colecção da Fundação Gil


Esta é uma história para se ler de olhos fechados.
Assim começa a narrativa sobre uma menina chamada Glória, que precisava de ouvir histórias enquanto dormia. Por isso, a sua família e amigos ajudavam, um de cada vez, no sono da menina, contando um género literário diferente.
É uma história carregada de humor com uma marca irreverente, em que a autora reflecte um estilo inovador no começo e ao longo de toda a narração. Inicia-se sem a expressão hipercodificada «Era uma vez…» e contém elementos do código linguístico da criança.
Isabel Zambujal nasceu em Lisboa, em 1965, trabalhou como copywriter em várias agências de publicidade. Publicou a colecção "Um Saltinho" e ainda as Histórias do Panda, com as ilustrações de Helena Nogueira.
Em termos genéricos, esta história caracteriza-se pela presença da realidade e fantasia e abordagem de vários géneros literários que, ao virar da página, o leitor vai reencontrando. A menina que sorria a dormir facilita uma leitura projectiva do eu-leitor, ao permitir-lhe reencontrar personagens próximas do universo da criança. Toda a narrativa é acompanhada por um importante texto icónico que a complementa. Esta história exibe uma colectânea de vários géneros literários numa combinatória de elementos temáticos que se actualizam na organização de todos os textos. O desenlace deste macrotexto tem lugar através do maravilhoso que convida o leitor a um exercício da imaginação.
Este livro faz parte da colecção "Fundação Gil", que inclui também outros autores como José Jorge Letria ou Catarina Furtado.

Sem comentários: