Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

03 janeiro, 2007

Livraria Almedina acolhe Encontros sobre Pedagogia e Educação

LIVRARIA ALMEDINA
Atrium Saldanha, loja 71, 2º piso, Lisboa



Organização: Luísa Araújo e Almedina



Dislexia (II Parte)
16 de Março, às 19:00 horas
Luís Querido
Psicólogo Clínico, especialista em dificuldades específicas de aprendizagem

A ideia segundo a qual os problemas de aprendizagem da leitura se devem essencialmente a deficiências de capacidades relacionadas com a linguagem é hoje a concepção largamente dominante nos meios científicos.
No entanto, ainda não é dominante no meio dos técnicos de ensino, tal como não o era há uns 20 anos nos meios científicos.
Nos anos 70, os trabalhos de Vellutino, investigador americano, demoliram a concepção "visual" das
dificuldades na aprendizagem da leitura. Nesta sessão iremos conhecer alguns deles.

Formar Leitores: Língua Materna e Literatura Infantil
20 de Abril, às 19:00 horas

Fernando Azevedo
Professor do Departamento de Ciências Integradas e Língua Materna do Instituto de Estudos da Criança da Universidade do Minho

As preocupações com o sucesso escolar dos alunos no Ensino Básico são manifestas na sociedade portuguesa. A existência de graves lacunas na forma como os alunos utilizam a língua materna como veículo de aprendizagem e de comunicação exige uma reflexão sobre as práticas pedagógicas que conduzem à consolidação de saberes e ao uso adequado da língua nas suas dimensões funcional e estética.
Nesta sessão, serão discutidos aspectos ligados à formação de leitores hábeis e apresentadas noções práticas sobre como converter a língua em objecto explícito de ensino e de aprendizagem.
A apresentação de obras recentes sobre esta temática permitirá aos professores no activo, aos professores em formação e ao público em geral aprofundar o seu conhecimento sobre elementos nucleares no ensino da língua materna.
A Aprendizagem da Leitura e a Aprendizagem da Matemática
18 de Maio, às 19:00 horas
José Morais
Psicólogo, Unidade de Investigação em Neurociências Cognitivas, Universidade Livre de Bruxelas
Os resultados de estudos internacionais, nomeadamente do PISA, reflectem um panorama pouco animador que nos aguça o desejo de ter uma escola melhor, onde os alunos possam obter melhores resultados a matemática e a língua portuguesa. A psicologia cognitiva oferece-nos um olhar privilegiado sobre a natureza dos processos cognitivos implicados na aprendizagem destas duas disciplinas e dá resposta
a questões fundamentais que podem contribuir para melhorar o seu ensino.
O que há de comum entre a leitura e a matemática?
Como se desenvolvem?
Será que são competências distintas ou complementares?
Em que medida é que se relacionam?
Nesta sessão, iremos discutir as relações entre a leitura e a matemática, assim como a intervenção da memória de trabalho em ambas, tendo por base resultados experimentais recentes. Julgamos deste modo contribuir para esclarecer questões ligadas à prática pedagógica dos docentes e à avaliação dos psicólogos no que concerne a dificuldades de aprendizagem.

Sem comentários: