Ocorreu um erro neste dispositivo

Translate

Follow by Email

01 janeiro, 2007

Mãe há só uma!

Carvalho, Maria João Lopo de Carvalho (2005). A Minha Mãe é a Melhor do Mundo. Ilustração de Helena Nogueira. Lisboa. Oficina do Livro

ISBN: 989-555-135-5


A partir dos 3 anos

A Minha Mãe é a Melhor do Mundo tem como autora do texto verbal Maria João Lopo de Carvalho, que é licenciada em Letras, passou pelo ensino, publicidade, política e acção social, e de ilustração, Helena Nogueira.
Esta história fala-nos de um menino, o Gil, que se cansou da mãe que tem por não o deixar fazer o que quer. Decide, então, que quer trocar de mãe.
Os seus amigos, Miguel e Rafas, contam-lhe que havia uma loja de mães onde podia escolher a que mais lhe agradasse. O Gil decide ir a essa loja.
Quando lá chega, encontra vários quadros com desenhos das mães que podia escolher. Como não sabia qual era a melhor, decide experimentar todas. Mas nenhuma lhe agradou e como já estava com saudades da sua mãe resolve voltar para casa.
Quando chega a casa não encontra a sua mãe. Esta tinha ido à loja das mães encontrar outro filho. O Gil fica muito triste.
Na manha seguinte, o Gil acorda com a voz da sua mãe e fica contente por esta não o ter trocado pois não encontrou outro filho como o Gil.
O tema desta história é actual visto que se refere ao que acontece nos nossos dias. As crianças queixam-se das mães que têm pois estas não as deixam fazer tudo aquilo que elas querem.
Dessa forma a história permite à criança perceber que a sua mãe é única, que ela está sempre lá quando precisa mesmo que, por vezes, não a deixe fazer tudo o que ela quer.
Permite, também, fazer entender à criança, que o facto de haver outras mães, e às vezes achar que a mãe dos outros é melhor que a nossa, não há nada melhor como a nossa mãe verdadeira.
Desta forma, é uma história ternurenta acerca das relações que as mães têm com os filhos.
As ilustrações, nesta história, são apresentadas de forma inovadora pois estas são cúbicas. Assim, diferenciam-se das outras histórias por serem diferentes. Estas são, também, grandes, engraçadas e com cores atractivas.
A imagem ocupa uma parte do livro, confirmando e acompanhando aquilo que é dito no texto verbal. Este tem uma linguagem fácil e acessível. Desta forma facilita a compreensão da história por parte da criança.
De salientar que na capa do livro se encontra o símbolo da fundação do Gil. A Fundação do Gil, criada em 1999, tem como objectivo a integração social das crianças e jovens que se encontrem internados em unidades hospitalares, prisionais entre outras. Para conseguir realizar os seus projectos, a Fundação promove acções de carácter cultural, educativo, artístico, científico, social e de assistência.
Neste sentido, Maria João Lopo de Carvalho e Helena Nogueira participaram na Fundação com a criação deste livro. Assim como elas já outros autores têm ajudado a Fundação a conseguir atingir os seus objectivos com a venda de livros (em que uma percentagem da venda reverte para a Fundação).

Carina Ferreira

Sem comentários: